sábado, 30 de outubro de 2010

“Raising Hope” – 1x02 a 1x04


Eu tento evitar ao máximo comentar vários episódios em um só post, mas no caso de Raising Hope, não vejo muito problema, afinal, todos os episódios manteram um nível tão regular que ficaria redundante três posts falando a mesma coisa: Raising Hope é impecável!

sábado, 23 de outubro de 2010

"The Walking Dead" - 1x00: "Pilot (Pre-Air)"

Pois é, parece que os mortos chegaram antes do programado.

Caso você não viva no planeta Terra a série The Walking Dead nem estreou e é a mais comentada desta Fall Season. Agora, se você não sabe sobre o que se trata a série, se mate e faça questão de retornar em forma de zumbi para poder se matar de novo! Mas antes saiba que The Walking Dead é baseada na série de HQs de Robert Kirkman que mostra a luta pela sobrevivência de um grupo de refugiados de um apocalipse zumbi.
 
Oficialmente, a série iria estrear dia 31, mas o Série Comentada teve acesso exclusivo ao episódio piloto e... ok, a verdade é que o episódio vazou, mas vamos fingir por um momento que eu tenho moral o suficiente pra AMC me mandar uma cópia do episódio.

Mesmo estando em qualidade baixa, é impossível falar que o piloto é ruim, por que não é de jeito nenhum, há uma preocupação imensa com os detalhes, a maquiagem dos zumbis está impecável e as sequências são angustiantes, dá pra soltar um “Vixe!” ou um “Nossa!” e no caso de você não ligar para um palavrão, falar um “Agora f*deu!” também vale.
 
Os personagens foram bem explorados, explicando certinho quem é quem e logo percebemos que Shane (John Bernthal) será o personagem irritante da temporada. Pô, o melhor amigo dele morre e acaba tendo um caso com a esposa do amigo, isso não se faz!

Enfim, os zumbis chegaram antes do previsto e, como o episódio termina com um ótimo gancho, percebo que não adiantou nada assistir o piloto antes, afinal minha ansiedade só aumentou. 

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

“The Vampire Diaries” – 2x04: ‘Memory Lane’ e 2x05: ‘Kill or Be Killed’

Dois episódios bons de The Vampire Diaries que apenas desenvolvem seus personagens.

Em “Memory Lane”, Stefan (Paul Wesley) consegue envenenar Katherine (Nina Dobrev) com verbena e tenta tirar informações sobre o porquê de seu retorno à Mystic Falls. Enquanto isso, Damon (Ian Somerhalder) tenta retirar mais informações do titio Lockwood, mas acaba fazendo dele seu mais novo inimigo. No episódio descobrimos que Katherine não é inteiramente a bitch da história,  já que ela voltou mesmo por causa de Stefan.

Em “Kill or Be Killed”, Elena (Nina Dobrev) e Stefan fingem ter uma briga para mostrar que os planos de Katherine estão dando certo ao mesmo tempo em que Stefan tenta convencer o titio Lockwood a não declarar guerra contra os irmãos. Enquanto isso, Jeremy (Steven R. McQueen) e Tyler (Michael Trevino) conversam sobre a maldição dos lobisomens, já que Jeremy descobre o segredo. Vemos também Caroline (Candice Accola) revelando seu segredo para defender Stefan e Damon, já que o titio Lockwood armou para eles serem desmascarados.

E não tivemos Bonnie (Katherina Graham) que está mais chata que Jeremy, ambos os personagens parecem meio que perdidos na história, vagando por entre as cenas e sendo alvo de histórias desinteressantes.

A temporada está boa em si, mas precisam dar logo uma função para Jeremy, Bonnie, Matt (Zach Roerig), Jenna (Sarah Canning) e Alaric (Matt Davis). Nem que seja para serem mortos, não gosto de nenhum deles mesmo.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

“Glee” – 2x03: ‘Grilled Cheesus’

Que mané mancha de detergente na vidraça, a nova moda é rosto de Jesus em pedaço de pão!

Isso mesmo, Finn (Cory Montheith) percebe o rosto de Jesus num pedaço de pão e começa a rezar para o novo santo. Enquanto isso, o pai de Kurt (Chris Colfer) tem um ataque cardíaco e o Clube Glee decide rezar pela saúde dele. O problema em questão é que Kurt não crê em Deus (Ah, tá amarrado) e nega qualquer outro tipo de religião (tá amarrado 3X!!).

E eis que começa uma discussão sobre religião nos corredores da escola. Os membros do Glee começam a interpretar músicas tradicionais da sua religião ou musicas que falam sobre religião e no meio de tudo isso tem ainda a história do pão queimado com a unção do Espírito Santo, aleluia!

Brincadeiras a parte (é pecado falar mal do Cristo Grelhado), é nítido que Glee não se leva a sério, mas achei meio incomoda a discussão de religião na série. Pô, venho de uma família religiosa e até ontem estávamos as voltas com a festa de Nossa Senhora Aparecida, queria no mínimo esquecer um pouco de religião e me concentrar em algo mais descompromissado.

A verdade é que religião sempre foi e sempre vai ser um assunto delicado de se discutir, o episódio trouxe isso com leveza, mostrando que a religião nada mais é do que um apoio para os momentos difíceis. E as histórias que envolvem Kurt e o relacionamento com seu pai sempre foram ótimas, no caso do episódio, foi algo que emocionou.

A parte musical não foi uma das melhores, teve numero musical demais para um episódio que exigia muita carga emocional, acabou tirando o foco. As musicas em si ficaram muito boas (Rachel se superou depois do desastre de “The Only Exception”).

Concluindo, um episódio mediano, poderiam ter mostrado de outro jeito a questão do “como encarar momentos difíceis da vida”, ficou incomodo em alguns momentos.

Mesmo assim, rezemos para que São Cristo Grelhado traga um episódio melhor.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Outras Séries #04 – “$#*t My Dad Says”, “Mike & Molly”, “Modern Family” e “Hawaii Five-0”


Entre $#*t My Dad Says, Mike & Molly, Modern Family e Hawaii Five-0, a série que mais demorou para se encontrar foi  a comédia dos gordinhos, e acho que vai demorar mais tempo.

$#*t My Dad Says – 1x02: “Wi-Fight” e 1x03: “The Truth About Dads & Moms” – Novamente a química entre os personagens é mostrada, Will Shatner ainda continua afiadíssimo e os outros personagens tem seus bons momentos. A série já encontrou seu caminho, mas falta dar uma melhorada, com apenas três episódios, a sitcom já se prendeu a uma formula que impede que a história se desenvolva com naturalidade, algo imprescindível para uma comédia. Afinal, precisa em todo episódio acontecer algo que mostre que Ed é um pai que demonstra afeto de formas não convencionais?

Mike & Molly – 1x02: “First Date” – A fofíssima comédia ainda não engatou, tanto que começou a virar uma comédia pastelão para tentar se firmar. Ela ainda tem seus bons momentos, mas ainda falta muito chão pela frente.

Modern Family – 2x01: “The Old Wagon” e 2x02: “The Kiss” – Modern Family tem um Emmy na bagagem e nem por isso se esforça para ser genial, os personagens são ótimos por natureza.

Hawaii Five-0 – 1x01: “Pilot” e 1x02: “Ohana” – Remake do clássico de 1968, Hawaii Five-0 está sendo considerada uma das melhores estréias da temporada, e não é pra menos, a série tem ótimas cenas de ação e um elenco de tirar o fôlego (ah, Grace Park!). Mas deveriam parar com aquelas cenas de comercial de turismo mostrando as belezas do Havaí, chega uma hora que irrita.